HomeCaixa d'Água

Limpeza de caixa d’água industrial: Procedimentos e Legislação

Limpeza de caixa d’água industrial: Procedimentos e Legislação
Like Tweet Pin it Share Share Email

A limpeza de caixa d’água industrial é um procedimento que deve ser realizado com certa regularidade. Dependendo do local, a frequência pode ser maior ou menor.

De qualquer modo, essa é uma atividade essencial, que quando não feita, pode acarretar uma série de problemas. Assim, existem algumas formas de executar essa tarefa, que pode vir a ser bem trabalhosa ou não.

Portanto, o presente artigo tem como intuito te situar sobre limpeza de caixa d’água industrial. Veja como isso funciona, qual a importância e qual a diferença entre os tipos manual e robotizado.

Qual a importância de se manter a caixa d’água limpa?

Não é segredo para ninguém que antes da água chegar nos locais, ela passa por uma etapa de purificação na estação de tratamento. Posteriormente fica armazenada em caixas, e são distribuídas para usos diversos.

No entanto, esse recipiente precisa de manutenções regulares. Isso porque depois de um certo período de tempo, algumas partículas e elementos estranhos começam a se acumular, interferindo diretamente na qualidade da água.

Nesse contexto, também é fundamental que a caixa esteja sempre tampada, protegida desses objetos contaminantes. Veja algumas coisas que podem entrar em contato com o líquido, caso isso não seja cumprido.

  • Baratas;
  • Ratos;
  • Pombos;
  • Morcegos;
  • Insetos no geral;
  • Doenças como verminoses, diarreia e hepatite.

 

Além disso, uma higiene precária nesses depósitos pode resultar em sujeira no fundo, algas que podem liberar substâncias tóxicas, inúmeras bactérias e a lisa só continua.

A ANVISA tem um limite de prazo recomendado para limpeza em condomínios e estabelecimentos industriais. Segundo a mesma, esse procedimento deve acontecer no mínimo de 6 em 6 meses. Isso para que o padrão de qualidade seja mantido.

Todos esses pontos aqui abordados justificam a importância das empresas que prestam esse tipo de serviço. É algo essencial e que pode economizar o tempo e o dinheiro de quem contrata.

Afinal, é importante que se tenha profissionais de qualidade atuando. Na tentativa de baratear, pode-se inclusive causar mais danos e no fim, um custo que seria inicialmente desnecessário. Por isso, é sempre bom levar em conta esses fatores.

O que diz a legislação sobre a limpeza de caixa d’água?

Através da Portaria de consolidação de Nº 5 de 28/06/2017, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) faz determinações sobre a manutenção e conservação da qualidade da distribuição de água.

Segundo as regulamentações, é necessário manter a qualidade da água usada para abastecimento de locais e consumo humano. Portanto, é de obrigação do responsável pelo local:

  • Usar reagentes para monitorar a qualidade da água;
  • Manter o bom funcionamento das operações de distribuição da água;
  • Garantir a manutenção das instalações e reservatório.

Essa garantia de manutenção do reservatório e a qualidade da água tem grande relação com a limpeza da caixa d’água. Mesmo não havendo regulamentação explícita, a indicação é que seja feita a limpeza de 6 em 6 meses.

Profissionais da saúde, atuantes na vigilância sanitária afirma que com essa periodicidade é possível manter a qualidade da água oferecido.

A ANVISA regulamenta a necessidade de realizar testes na água e obter laudos para comprovação da qualidade. Caso a limpeza da caixa seja negligenciada, seus laudos serão comprometidos e oferecerá problemas com a Vigilância Sanitária.

Como funciona a limpeza manual?

Essa é a forma mais comum de limpeza de caixa d’água industrial. Aqui sem sombra de dúvidas o trabalho é bem maior, porém não afeta a qualidade do resultado final.

Antes de qualquer coisa, o profissional faz algumas recomendações ao cliente. Uma delas é que o mesmo deve fechar o registro de água por no mínimo 2, 3 dias antes da visita do técnico.

A outra é que todo o reservatório deve ser esvaziado. Isso é muito importante, tendo em vista que dá oportunidade para que toda a água seja utilizada de forma consciente.

Quando isso não acontece, o desperdício é enorme. Dependendo do tamanho, podem ser de 10, 50 ou até 100 mil litros de água jogadas fora. Portanto, o cliente deve sempre se manter atento a essa dica anterior. Só depois é que higienização é feita.

Procedimento para limpeza de caixa d’água manual

A limpeza manual funciona com os seguintes passos:

  1. Primeiro é preciso garantir que a caixa esteja vazia. Caso não estiver, será esvaziada;
  2. Depois o técnico entra no local, levando alguns objetos que vão auxiliar na limpeza, como: escova, vassoura, balde, pano, bomba submersa, dentre outras coisas;
  3. Então, ele começará o processo de limpeza com esses materiais. Aqui é o manual mesmo, jogando produtos, esfregando, passando pano até que a caixa esteja completamente limpa;
  4. Por fim, o técnico aplicará hipoclorito de sódio, mais conhecido como cloro para garantir a limpeza.
  5. Assim, terminada essa etapa, o depósito pode ser enchido novamente.

Um fato interessante de se saber, é que o período de normalização, considerando ser um método manual, costuma ser de 1 a 2 dias.

Claro que isso varia entre condomínios ou empresas e também, dependendo do tamanho que o recipiente possui. Por isso, é interessante que o cliente se programe durante esse espaço de tempo, ainda que curto.

Como funciona a limpeza robotizada?

Essa metodologia de limpeza de caixa d’água industrial sem dúvida é bastante vantajosa. Tem como principal intuito, usar a tecnologia em prol do ambiente. Importante destacar que esse serviço é inovador e comprovadamente de alta qualidade.

Aqui, o reservatório não precisa ser previamente esvaziado, como acontece com o manual. Ele pode permanecer cheio sem qualquer interferência no processo de higienização.

Além disso, todo o funcionamento do local, seja ele empresa ou condomínio, não sofre qualquer alteração. Tudo ocorre dentro da normalidade. Também, não há necessidade de materiais extras, já que o robô é o suficiente para fazer todo o tratamento.

Procedimento para limpeza de caixa d’água robotizada

O procedimento de limpeza da caixa d’água industrial de forma robotizada acontece da seguinte maneira:

  1. O robô é colocado dentro do reservatório (Sem precisar esvaziá-lo);
  2. Ele executará uma aspiração do depósito, essa será a responsável por retirar toda impureza da água, começando pelo fundo do mesmo e aspirando até as paredes;
  3. Para garantir que nenhum canto fique fora do seu alcance, o robô realiza um esquema de 360º;
  4. Depois que toda a caixa estiver limpa e aspirada, o procedimento é finalizado.

Não há um tempo especificado de duração do procedimento, afinal dependerá do tamanho do reservatório.

Vale ressaltar que não tem qualquer motivo para preocupação de que essa tecnologia não seja tão eficiente quanto a limpeza tradicional. Ambas têm seu valor e sua qualidade.

Desse modo, empresas que trabalham com a disponibilização desse serviço, tem cada vez mais buscado utilizar o robô. Isso devido as facilidades e praticidade que ele oferece.

Quais as vantagens de cada um desses tipos?

Como todo e qualquer produto/serviço, existem benefícios e desvantagens. Por esse motivo veja alguns pontos que merecem ser levado em consideração sobre cada um deles.

A limpeza manual pode ser bastante útil para estabelecimentos menores, que não possuem um reservatório tão grande. Além disso, o preço pode ser um fator determinante na escolha dele.

No entanto, o uso do robô nesse processo tem um conjunto de vantagens. A primeira delas é a diminuição do trabalho, tendo em visita que não é necessário que um técnico faça toda a higienização. Também, os riscos de possíveis acidentes são extintos.

O mais interessante é que com o robô, não há qualquer desperdício de água. Na crise que se vive pela falta da mesma, isso é imprescindível. Além de não ser preciso esvaziar a caixa, o cliente ainda economiza na conta, já que não irá reabastecer.

Essa ferramenta tem sido um diferencial para empresas que trabalham nesse ramo, bem como para seus respectivos parceiros. Agora que já conhece a diferença entre as duas modalidades e a vantagem de cada uma é mais fácil escolher a que mais acha viável.

Comentários (0)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp chat